sns-container
SNS-Print

Utentes devem contactar o SNS24 antes de recorrer às urgências.

  1. Conheça a lista de unidades com atendimento a partir das 20h ou com atendimento permanente (24 horas por dia).
  2. SNS24 e centros de saúde registam aumento de procura nas últimas semanas.
  3. Utentes devem contactar o SNS24 antes de recorrer às urgências. Cuidados de saúde primários (CSP) são alternativa para consultas em situações não emergentes.

Há 42 centros de saúde a funcionar após as 20h durante os dias úteis, garantindo resposta no período noturno a situações de doença aguda. Neste momento de maior procura por cuidados de saúde, o Ministério da Saúde reforça a importância de conhecer as alternativas aos serviços de urgência dos hospitais e de ligar previamente para o SNS24 (808 24 24 24) para aconselhamento e encaminhamento para a unidade de saúde mais adequada.

É essencial que os utentes recorram aos níveis de cuidados recomendados, de modo particular nos momentos de maior procura como o que se vive atualmente em resultado do incremento das infeções respiratórias e do tempo frio, que pode descompensar doença crónica.

Além destas unidades, há centros de saúde com horário de atendimento pós-laboral até às 20h e 39 Serviços de Urgência Básica. Durante o fim de semana estarão em funcionamento 189 centros de saúde em vários pontos do país, recomendando-se uma vez mais o contacto prévio para o SNS24 para o melhor aconselhamento e encaminhamento.

Os cuidados primários assumem um papel determinante na resposta à população. No mês de dezembro, os centros de saúde garantiram cerca de 2,5 milhões de consultas, tendo realizado mais de 50 mil atendimentos nos fins de semana alargados de Natal e Ano Novo.

Em alguns dias das últimas semanas foram asseguradas mais de 150 mil consultas por dia. Nos últimos dias verificou-se também um aumento das chamadas para o SNS24, 62 mil entre o dia 27 de dezembro e o dia 2 de janeiro, uma subida de 12% face aos sete dias anteriores.

A opção pelos cuidados primários em situações de doença aguda não emergente, como sintomas respiratórios ligeiros a moderados, contribui para o melhor atendimento de todos os utentes e para diminuir a pressão nos serviços de urgência.

O Ministério da Saúde agradece a colaboração da população e o empenho de todos os profissionais neste período de maior procura por cuidados de saúde.

Para saber mais, consulte as listagens e os horários:

Voltar

Últimas Notícias

Diplomas publicados esta semana procedem a alterações. Saiba o que muda.
22/01/2024
ULS do Nordeste assegura a cobertura de 11 dos 12 concelhos do distrito de Bragança.
22/02/2024
Secretária de Estado e Ministro da Saúde participaram no evento da DGS.
22/02/2024