sns-container
SNS-Print

“Uma só Saúde” em destaque nas comemorações da efeméride.

O Ministério da Saúde assinalou esta quinta-feira, dia 7 de abril, o Dia Mundial da Saúde, com uma sessão subordinada ao tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde para este ano – “O nosso planeta, a nossa saúde” -, que contou com a participação do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, e da Secretária de Estado da Saúde, Maria de Fátima Fonseca.

“A pandemia mostrou-nos a necessidade de adotar a perspetiva de “Uma só saúde”. As alterações climáticas e a emergência e reemergência de doenças transmissíveis constituem um desafio para as próximas décadas”, afirmou Lacerda Sales, destacando a necessidade “de uma saúde pública reforçada e renovada, mais preparada para desafios vindouros e mais abrangente do que até hoje a conhecemos”.


Na sessão de abertura, o governante realçou que uma das provas de que o país está alinhado e centrado “naquela que é uma das grandes prioridades a nível mundial, é que o novo Plano Nacional de Saúde, que é hoje colocado em consulta pública, tem como foco, justamente, a saúde sustentável”.
Também a Secretária de Estado da Saúde considerou que “a visão compreensiva de uma saúde que olha para as pessoas, os animais e o ambiente como um sistema complexo, a ideia de “uma saúde”, será cada vez mais a perspetiva em que temos de nos colocar para atuar com eficiência e eficácia”.


Para Maria de Fátima Fonseca, esta efeméride constitui uma oportunidade “para pensar o planeta, a nossa casa comum, o modo como o habitamos, e quanto na nossa relação com ele determina o nosso futuro, a duração da nossa vida e sobretudo a qualidade do nosso viver”.
No decorrer da sessão, foi apresentado o Plano Nacional de Saúde 2021/2030, que propõe recomendações e aborda linhas de intervenção a seguir, com vista a atingir um conjunto de objetivos até 2030.

O evento contou também com a intervenção de Maria João Gregório, Diretora do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, Helena Roseta, Coordenadora Nacional do Programa Bairros Saudáveis, Manuela Vilhena, da Universidade de Évora, e Susana Henriques, da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos.
Na sessão foram ainda entregues as Medalhas de Serviços Distintos do Ministério da Saúde.

Voltar

Últimas Notícias

As lideranças têm um papel fundamental na motivação e no apoio aos trabalhadores, disse Margarida Tavares.
23/02/2024
"Não há melhor propósito da ciência do que salvar vidas e melhorar a qualidade de vida das pessoas", disse Manuel Pizarro.
23/02/2024
Diplomas publicados esta semana procedem a alterações. Saiba o que muda.
22/01/2024