sns-container
SNS-Print

Edifício do Ministério da Saúde ilumina-se de vermelho para assinalar a data.

O edifício do Ministério da Saúde iluminou-se de vermelho para assinalar o Dia Mundial da Luta contra a Sida, que se comemora anualmente no dia 1 de dezembro.

Este ano, sob o tema “ Acabar com as Desigualdades. Acabar com a Sida. Acabar com as Pandemias”, o dia chama a atenção para a necessidade urgente de travar as desigualdades que promovem a propensão para a SIDA e outras pandemias.

Esta iniciativa, partiu do Programa Nacional para as Infeções Sexualmente Transmissíveis e Infeção pelo VIH, da Direção-Geral da Saúde, com o objetivo de sensibilizar para o cumprimento dos direitos e a eliminação das desigualdades de acesso a cuidados de saúde de qualidade.

Simbolicamente, ao iluminar os seus edifícios de cor vermelha, o Ministério da Saúde e a DGS, assim como os seus parceiros, assinalam o compromisso de reforçar todos os esforços para a eliminação das desigualdades, com vista ao cumprimento das metas estabelecidas pela ONUSIDA, procurando mitigar o impacto da Covid-19 na resposta à infeção pelo VIH, para que ninguém fique para trás. Também o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e a SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde se associaram a esta iniciativa.

Oito cidades aceitaram o convite da DGS e nas duas noites, de 30 de novembro para 1 de dezembro, e 1 de dezembro para 2 de dezembro, irão ser iluminados de vermelho os seguintes edifícios:

  • Amadora – Edifício dos Paços do Concelho e Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos
  • Cascais – Edifício da Camara Municipal de Cascais
  • Lisboa – Estátua Equestre de D. José I (Praça do Comércio)
  • Loures – Edifício dos Paços do Concelho
  • Odivelas – Edifício dos Paços do Concelho
  • Oeiras – Edifício dos Paços do Concelho
  • Porto – Edifício do Palacete Viscondes Balsemão e Edifício da Biblioteca Pública Municipal do Porto
  • Sintra – Castelo dos Mouros
Voltar

Últimas Notícias

As lideranças têm um papel fundamental na motivação e no apoio aos trabalhadores, disse Margarida Tavares.
23/02/2024
"Não há melhor propósito da ciência do que salvar vidas e melhorar a qualidade de vida das pessoas", disse Manuel Pizarro.
23/02/2024
Diplomas publicados esta semana procedem a alterações. Saiba o que muda.
22/01/2024