sns-container
SNS-Print

Portugal entre os países com melhor nível de literacia em saúde.

Portugal está entre os países com melhor nível de literacia em saúde, segundo um estudo realizado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) no âmbito do Plano de Ação para a Literacia em Saúde 2019-2021 e enquadrado no consórcio europeu Action Network on Measuring Population and Organizational Health Literacy (M-POHL).

De acordo com a DGS, Portugal é o país onde foi registado a maior percentagem (65%) de nível «suficiente» de literacia em saúde. As conclusões sugerem ainda que 5% das pessoas tem um nível «excelente», sendo que apenas 7,5% das pessoas foram classificadas com um nível inadequado e 22% com um nível problemático.

A avaliação faz parte do inquérito HLS19 organizado pelo consórcio M-POHL, que está a decorrer em 19 Estados-Membros da Região Europeia da Organização Mundial de Saúde.

De acordo com o estudo, 7 em cada 10 pessoas apresentam altos níveis («suficiente» e «excelente») de literacia em saúde. O aspeto da «compreensão da informação» apresentou os maiores níveis, excedendo os 75% categorizados como tendo «suficiente» e «excelentes» níveis de literacia em saúde. Adicionalmente, a literacia em saúde associada à vacinação excedeu os 70% de pessoas categorizadas com níveis «suficiente» e «excelentes».

Apesar de se tratar de um instrumento novo, estes resultados sugerem um aumento dos níveis altos de literacia em saúde da população, quando comparados com estudos anteriores.

A literacia em saúde pode ser entendida como um determinante, mediador e moderador da saúde, constituindo uma das portas de entrada da população no acesso à melhoria da saúde.

Em Portugal, este estudo envolveu uma amostra representativa da população portuguesa a partir dos 16 anos.

Para saber mais, consulte:

DGS > Destaques

Voltar

Últimas Notícias

Farmácias com mais autotestes disponíveis a partir do fim de semana
03/12/2021
Visitas a lares e unidades de saúde possível com autoteste supervisionado.
03/12/2021
Inaugurado primeiro Espaço Cidadão numa unidade de saúde.
03/12/2021