sns-container
SNS-Print

António Lacerda Sales elogia “esforço e dedicação” de todos os profissionais no combate à Covid-19.

“Apesar do esforço no combate à covid-19, mantemos a aposta na valorização das diferentes carreiras profissionais, no reforço dos recursos humanos e no empenho em garantir as melhores condições de trabalho para todos”, reiterou hoje o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde na abertura do AIMS-Meeting, um congresso europeu de estudantes de biomedicina, organizado pela Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa.

António Lacerda Sales recordou que através dos dois concursos de primeira e segunda épocas realizados em 2020, entraram para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) 426 médicos especialistas em medicina geral e familiar, 29 médicos de saúde pública e 700 médicos da área hospitalar, num total de 1.155 clínicos.

Já em janeiro deste ano entraram para a formação geral 2.032 médicos e iniciaram a sua formação específica 1.867 médicos, “o maior número desde 2009”, sublinhou. O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde adiantou que, desde 2015, o SNS foi reforçado com mais 24 mil profissionais, entre os quais mais 4.000 médicos.

Na abertura do congresso realizado online, o governante destacou ainda o “esforço e a dedicação de todos os profissionais de saúde, sem exceção”, durante a pandemia da covid-19.

“Se ao longo dos últimos meses, o SNS tem constituído um porto seguro para os portugueses, devem-no aos profissionais de saúde incansáveis no cumprimento da sua missão”, salientou.

Voltar

Últimas Notícias

Hospital de Évora inicia uma nova especialidade para a região.
18/01/2022
Hospital Distrital de Santarém registou aumento de atividade em 2021.
18/01/2022
Mais de 4 milhões de pessoas receberam reforço contra a Covid-19
18/01/2022