sns-container
SNS-Print

A vacina será gratuita, facultativa e administrada no SNS.

O Governo apresentou esta quinta-feira, o Plano de Vacinação contra a Covid-19, no Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde.

«Apesar de todas as incertezas, desde logo a fase de ensaios em que ainda nos encontramos, os grupos etários para os quais existem dados disponíveis, não nos pode inibir de planear que será um aspeto central na capacidade de enfrentar a doença», afirmou na ocasião a Ministra da Saúde, Marta Temido.

As vacinas contra a Covid-19 vão começar a ser administradas a partir de janeiro, sendo os grupos prioritários as pessoas com mais de 50 anos com patologias associadas, residentes e trabalhadores em lares, e profissionais de saúde e de serviços essenciais, foi revelado na ocasião pelo coordenador da task force para a elaboração do «Plano de vacinação contra a Covid-19 em Portugal».

Segundo Francisco Ramos, numa segunda fase a prioridade será para pessoas com mais de 65 anos sem patologias associadas, e pessoas com mais de 50 anos, mas com um leque mais alargado de patologias associadas, como a diabetes.

Na apresentação do plano, o responsável estimou que sejam vacinadas 950 mil pessoas numa primeira fase, sendo 250 mil o grupo dos lares, 400 mil as pessoas com mais de 50 anos e comorbilidades associadas e 300 mil profissionais. Na segunda fase serão vacinadas 1,8 milhões de pessoas com mais de 65 anos .

Para saber mais, consulte:

Voltar

Últimas Notícias

Diretor da OMS Europa tece elogios pelo trabalho efetuado na vacinação
18/10/2021
HFF organiza Webinar sobre “Outubro Rosa”.
18/10/2021
Nova área já se encontra a funcionar no Hospital de Penafiel.
18/10/2021