sns-container
SNS-Print

Medidas de proteção devem ser mantidas, mesmo após os testes, alerta DGS. 

A Diretora-Geral da Saúde alertou esta sexta-feira, dia 24 de abril, que «todas as pessoas vão ter de continuar a ter as mesmas medidas de proteção» face à Covid-19, mesmo que tenham tido a infeção ou realizado testes serológicos para aferir a imunidade.

«Não vamos pensar que isto [os testes serológicos] é a resposta a todos os nossos anseios. É mais uma pista da ciência para perceber o grau de imunidade da população. São precisos resultados mais sólidos [sobre os testes]. Temos de agir em função do princípio da precaução», disse Graça Freitas, na conferência de imprensa diária de atualização de informação sobre a pandemia.

Segundo a Diretora-Geral da Saúde, «a ciência indica que todas as pessoas vão ter de continuar a ter as mesmas medidas de proteção».

A responsável assegurou que Portugal vai fazer estes testes e que os procedimentos serão adaptados conforme a evolução científica, mas alertou para um estudo «publicado há poucos dias», segundo o qual foi detetado o surgimento de anticorpos em 14% da população infetada pelo novo coronavírus, mas «não se sabe se são suficientes para dar proteção [contra nova infeção covid] ou se a proteção será duradoura».

Portugal contabiliza 854 mortos associados à Covid-19 em 22.797 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Portugal cumpre o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e o Governo anunciou hoje a proibição de deslocações entre concelhos no fim-de-semana prolongado, de 1 a 3 de maio.

Fonte: Lusa

Voltar

Últimas Notícias

Diplomas publicados esta semana procedem a alterações. Saiba o que muda.
22/01/2024
ULS do Nordeste assegura a cobertura de 11 dos 12 concelhos do distrito de Bragança.
22/02/2024
Secretária de Estado e Ministro da Saúde participaram no evento da DGS.
22/02/2024