sns-container
SNS-Print

«Humanização dos serviços tem de começar de dentro para fora».

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, defendeu este fim-de-semana em Leiria que «a humanização dos serviços de saúde tem de começar de dentro para fora, com recursos humanos motivados».

Recordando que todos os dias acontecem coisas boas no Serviço Nacional de Saúde (SNS) que não chegam às páginas dos jornais, o governante elogiou as boas práticas no Centro Hospitalar de Leiria (CHL). «Recentemente ficamos a saber que o Hospital de Santo André, no CHL, vai construir uma creche e jardim-de-infância para dar apoio aos funcionários. Valorizar os profissionais de saúde também é isto, dar-lhe condições para melhor conjugarem a vida profissional com a familiar, uma ambição que também está no nosso programa de Governo», afirmou.

António Lacerda Sales falava na cerimónia de assinatura de um protocolo entre CHL e o grupo Lusiaves no âmbito do projeto de ampliação do Serviço de Pneumologia daquele centro hospitalar. «Com este protocolo, ficará, naturalmente, o CHL mais capacitado para dar respostas aos cidadãos. Fica o Serviço de Pneumologia com mais condições para melhor servir os nossos utentes», afirmou. E prosseguiu: «Os profissionais ganham aqui novo alento para continuarem a escrever o manual de tantas e tantas páginas de boas notícias do SNS, que nunca chegarão às capas dos jornais, mas que chegarão ao coração daqueles que encontram nesta família vasta que é o SNS resposta para o seu sofrimento e que também se poderão sentir depois motivados como a Lusiaves a dar o seu contributo, não substituindo o Estado, mas em parceria».

O Secretário de Estado da Saúde participou ainda no encerramento das XXX manhãs Ortopédicas dos Hospitais do Centro que teve lugar naquele hospital.

Voltar

Últimas Notícias

Secretário de Estado da Saúde defende projetos de carreira no SNS
06/12/2019
Primeiro em Portugal a utilizar técnica com recurso a laser.
04/12/2019
SES: Morre-se menos em Portugal do que na Europa por causas evitáveis e tratáveis.
05/12/2019