sns-container
SNS-Print

Secretário de Estado diz que progressos na saúde são motivo de orgulho do país

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, destacou hoje o papel da Direção-Geral da Saúde (DGS) que levou a «grandes conquistas e progressos» que são motivo de enorme orgulho nacional.

Na cerimónia dos 120 anos da instituição que decorreu hoje, 21 de novembro em Lisboa, o governante considerou que Direção-Geral da Saúde é uma instituição com história, resultados e futuro.

«A DGS acompanhou a criação dos centros de saúde de 2ª e 3ª geração, com a finalidade de reforçar os cuidados de saúde primários, como porta de entrada ao Serviço Nacional de Saúde», lembrou Lacerda Sales. «Temos hoje resultados que nos colocam entre os melhores países da OCDE, especialmente na saúde materna e infantil», prosseguiu, lembrando a redução da taxa de mortalidade infantil, a diminuição das complicações neonatais e defeitos congénitos e a lei da Saúde Mental, um instrumento nuclear para efetivação de políticas públicas nesta área.

Depois de enumerar muitas das conquistas do organismo, o Secretário de Estado garantiu que a DGS é também uma instituição com futuro, «desde logo pelo seu importante papel de regulamentação, orientação, coordenação, planeamento e execução de políticas públicas».

«Temos enormes desafios em matéria de saúde e que deverão merecer a nossa melhor atenção», reconheceu garantiu que a DGS é crucial nesse processo e na promoção de «um Serviço Nacional de Saúde mais justo e inclusivo, que reduza as desigualdades e as assimetrias e que responda melhor às necessidades da população».

A Direção-Geral da Saúde assinalou hoje o seu 120.º aniversário, numa cerimónia onde foram homenageados os seus trabalhadores.
Voltar

Últimas Notícias

Secretário de Estado da Saúde defende projetos de carreira no SNS
06/12/2019
Primeiro em Portugal a utilizar técnica com recurso a laser.
04/12/2019
SES: Morre-se menos em Portugal do que na Europa por causas evitáveis e tratáveis.
05/12/2019