sns-container
SNS-Print

Candidaturas abertas até 31 de agosto. Participe!

Continuam abertas as candidaturas ao Prémio de Saúde Pública Francisco George, instituído pelo Ministério da Saúde com o objetivo de distinguir trabalhos e estudos de investigação, inéditos e inovadores, em temas de saúde pública de relevante interesse e impacto para a defesa da saúde pública. Os interessados deverão apresentar as suas candidaturas até 31 de agosto, sendo que apenas serão admitidos trabalhos e estudos de investigação inéditos.

O prémio a atribuir é pecuniário, no montante de 5 mil euros, sendo que o júri poderá ainda atribuir menções honrosas, até ao máximo de duas.

Apenas serão admitidos trabalhos e estudos de investigação inéditos, ou seja, todos aqueles que até à data da sua apreciação pelo júri não tenham sido previamente publicados ou premiados em concurso por outra entidade.

O mérito dos trabalhos e estudos de investigação será apreciado tendo em conta o carácter de originalidade, excelência, aplicabilidade ou utilidade futura, a possibilidade da sua replicação, e a sua relevância e impacto na defesa da saúde pública. O prémio e as menções honrosas, caso tenham sido atribuídas, e respetivos diplomas, serão entregues em cerimónia pública a realizar no Dia Mundial da Saúde, assinalado a 7 de abril.

O júri tem competência para decidir da não atribuição do Prémio, caso não reconheça qualidade nos trabalhos apresentados. Esta iniciativa do Ministério da Saúde foi tornada pública no dia 20 de outubro de 2017, data em que Francisco George cessou as funções de Diretor-Geral da Saúde, por limite de idade.

Para saber mais, consulte:

Despacho n.º 9242/2017 – Diário da República n.º 203/2017, Série II de 2017-10-20
Saúde – Gabinete do Ministro
Cria o Prémio de Saúde Pública Francisco George e aprova o respetivo Regulamento

Secretaria-Geral da Saúde > Prémio de Saúde Pública Francisco George

Voltar

Últimas Notícias

ULS dispõe de dispositivo de fisioterapia único no distrito.
21/11/2018
Candidaturas decorrem até ao dia 21 de dezembro.
21/11/2018
Centro de Onco-Oftalmologia de Coimbra tratou 129 doentes.
21/11/2018