sns-container
SNS-Print

CHUC assinala Dia Mundial do Dador de Sangue, a 14 de junho.

O Serviço de Sangue e Medicina Transfusional do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) promove uma sessão comemorativa para assinalar o Dia Mundial do Dador de Sangue, que se celebra a 14 de junho.

A iniciativa tem início às 10 horas, no auditório do polo do CHUC, destacando-se, no programa, a atribuição de medalhas de ouro, prata e bronze a cerca de 50 dadores.

A campanha do CHUC tem como mote «Todos a Bordo Salvamos + Vidas» e visa enaltecer os profissionais enquanto dadores de sangue, motivando dadores regulares, mas também promovendo e incentivando novos dadores, sobretudo jovens e profissionais de saúde.

Anualmente, o CHUC conta com cerca de 19 mil dadores inscritos, o que resulta em cerca de 15 mil unidades de sangue, número ainda insuficiente para as necessidades atuais.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), são feitas 108 milhões de dádivas de sangue por ano. No entanto, muitos doentes que necessitam de transfusão, particularmente nos países em desenvolvimento, não têm acesso oportuno a sangue seguro. A OMS pretende que, em 2020, as dádivas de sangue em todos os países sejam completamente benévolas e não remuneradas.

Podem dar sangue todas as pessoas com bom estado de saúde, com hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50 kg e idade compreendida entre os 18 e 65 anos. Para uma primeira dádiva o limite de idade é aos 60 anos.

A dádiva de sangue pode ser efetuada de quatro em quatro meses pelas mulheres e de três em três meses pelos homens.

Para saber mais, consulte:

Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra > Agenda

Voltar

Últimas Notícias

Novas USF em Barcarena e Terrugem dão resposta a mais de 17 mil.
19/12/2018
Decorre até 31 de dezembro iniciativa que reverte para IPO Lisboa.
19/12/2018
Sugestões de alimentação saudável para a época festiva.
19/12/2018