sns-container
SNS-Print

Esteja disponível para quem precisa. Dê sangue. Partilhe a vida!

O Instituto Português do Sangue e da Transplantação, IP (IPST) comemora o Dia Mundial do Dador de Sangue, assinalado a 14 de junho, com três sessões de colheita abertas ao público, em Lisboa, Porto e Coimbra.

As sessões de colheita decorrem:

  • Em Lisboa, a partir das 15 horas, no Parque das Nações, Av. Dom João II (em frente ao Centro Comercial Vasco da Gama, junto à Gare do Oriente).
  • No Porto, a partir das 11 horas, no Centro de Sangue e da Transplantação do Porto, Rua do Bolama, n.º 133.
  • Em Coimbra, na Praça da República, a partir das 15 horas.

 

O Dia Mundial do Dador de Sangue é comemorado, anualmente, no dia 14 de junho. Nesta ocasião, países de todas as regiões do mundo organizam eventos e atividades para celebrar a data, sensibilizar para a necessidade de dar sangue e agradecer aos dadores de sangue. Em 2018 a data é comemorada sob o lema «Esteja disponível para quem precisa. Dê sangue. Partilhe a vida».

Quem pode doar sangue

Podem doar sangue todas as pessoas com bom estado de saúde, com hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50 kg e idade compreendida entre os 18 e 65 anos. Para uma primeira dádiva o limite de idade é aos 60 anos.

A dádiva de sangue é benévola e não remunerada.  A doação de sangue pode ser feita de quatro em quatro meses pelas mulheres e de três em três meses pelos homens.

A saber

Os tipos de sangue que existem são A, O, que são os mais comuns, AB e B, que são mais raros.

As pessoas com sangue do tipo O podem doar sangue para qualquer pessoa, mas só podem receber doações de pessoas com o mesmo tipo de sangue. Por outro lado, as pessoas do tipo AB podem receber sangue de qualquer pessoa, mas só podem doar para pessoas com o mesmo tipo sanguíneo.

Já pessoas com sangue do tipo A podem doar apenas para outras do tipo A ou tipo AB, assim como as do tipo B só podem doar para B e AB.

Para além dos tipos de sangue, existe o fator RH, que determina se o tipo de sangue é positivo ou negativo e influencia na compatibilidade sanguínea. Assim, pessoas com sangue positivo podem receber de pessoas com qualquer RH, mas só podem doar para outras com sangue positivo. Enquanto que, se o sangue tiver RH negativo, podem doar para pessoas com sangue positivo ou negativo, mas só podem receber negativo.

Para saber mais, consulte:

 

 

Voltar

Últimas Notícias

INEM alerta para medidas em caso de trauma do membro superior.
17/08/2018
Mais de 700 pessoas já participaram. Rastreio até final de 2018.
17/08/2018
Centro Hospitalar Barreiro Montijo dá apoio no luto.
17/08/2018