sns-container
SNS-Print

Data assinalada a 31 de março visa sensibilizar para a prevenção.

Comemorado a 31 de março, o Dia Nacional do Doente com Acidente Vascular Cerebral (AVC) foi instituído no ano de 2003, com o objetivo de sensibilizar a população para a realidade da doença em Portugal e promover a melhoria das práticas profissionais de saúde, incentivando uma dinâmica que conduza a novas atitudes.

De acordo com o Despacho n.º 23910/2003, de 11 de dezembro, que instituiu o Dia Nacional do Doente com AVC, a elevada prevalência nacional dos fatores de risco destas doenças obriga a uma especial atenção à prevenção, deteção e correção, tendo em atenção que o conceito subjacente a este termo aglutina não apenas as ações que evitam a perda da saúde, mas, também, todos os cuidados que promovem a sua recuperação.

A doença continua a ser uma das principais causas de morte em Portugal, liderando também a morbilidade e potenciais anos de vida perdidos no conjunto das doenças cardiovasculares.

Sinais de alerta

O AVC é um défice neurológico súbito, motivado por isquemia (deficiência de irrigação sanguínea) ou hemorragia no cérebro. Para prevenir a doença devem ser adotados hábitos de vida saudáveis, evitar o tabaco e a vida sedentária, sendo também importante ter atenção a doenças como a hipertensão, diabetes ou arritmias cardíacas.

Os principais sinais de alarme do AVC, que exigem a chamada imediata para o 112, são:

  • Desvio da face;
  • Falta de força num braço;
  • Dificuldade na fala.

 

As primeiras horas após o início dos sintomas de AVC são essenciais para o socorro da vítima, pois é esta a janela temporal que garante a eficácia dos principais tratamentos.

Comemorações

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve assinala esta data com um programa de ações de sensibilização. A partir de sábado, 31 de março, estará patente, no átrio de entrada do edifício principal da unidade de Faro, uma exposição fotográfica que pretende dar a conhecer o dia-a-dia na unidade de AVC da instituição.

No dia 3 de abril, decorre uma sessão no auditório da unidade de Faro, na qual serão abordados diversos temas, nomeadamente, a colaboração da unidade de AVC na iniciativa Angels, a atividade da unidade de AVC nos últimos 10 anos, a apresentação dos resultados do rastreio da doença cerebrocardiovascular na comunidade hospitalar e o Sistema Nacional de Avaliação em Saúde na área do AVC.

Para saber mais, consulte:

 

Voltar

Últimas Notícias

Ministra da Saúde marca presença na antestreia, dia 12 de novembro.
12/11/2018
Intervenção na área materno-infantil deve estar concluída em 2019.
12/11/2018
Vacinação é principal forma de prevenção da doença.
12/11/2018