sns-container
SNS-Print

Divulgadas patologias que mais afetam a população de Lisboa.

A diabetes, as doenças do cérebro e cardiovasculares, a depressão, as demências e as doenças musculoesqueléticas são as patologias que mais afetam a população da cidade de Lisboa, segundo dados divulgados no dia 21 de março, durante a apresentação do Plano Local de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Lisboa Norte.

A construção do Plano Local de Saúde do ACES de Lisboa Norte baseou-se na identificação dos principais problemas de saúde que afetam a população. De acordo com a informação do Plano, a percentagem de doentes hipertensos e com alterações dos lípidos aumentou relativamente aos últimos dados, de outubro de 2014, pelo que se reforça a necessidade de intervir sobre estes problemas.

Os cinco problemas de saúde priorizados são as doenças do cérebro e cardiovasculares, a diabetes, a saúde mental, as doenças musculoesqueléticas e as doenças infeciosas, sobre as quais se constituirão cinco grupos de trabalho prioritários para definir estratégias para combater a incidência destes problemas na população.

Este Plano Local de Saúde será aplicado nas freguesias de Alvalade, Avenidas Novas, Benfica, Campolide, Carnide, Lumiar, Santa Clara e São Domingos de Benfica e terá impacto em mais de 220 mil habitantes da cidade de Lisboa.

Em Portugal, foram criados 54 Planos Locais de Saúde, pela Direção-Geral da Saúde, através do Plano Nacional de Saúde, em conjunto com as Administrações Regionais de Saúde e os Agrupamentos de Centros de Saúde.

Para saber mais, consulte:

Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo > Notícias

Direção-Geral da Saúde > Planos Locais de Saúde

 

Voltar

Últimas Notícias

Ministérios da Administração Interna e da Saúde desenvolvem campanha para o uso correto do 112.
16/11/2018
Rutura de stock não se aplica. Vacina continua a ser administrada. 
16/11/2018
Verba destina-se a requalificação do SU em Abrantes.
16/11/2018