sns-container
SNS-Print

Apresentação do Programa de Rastreio de Saúde da Visão Infantil.

A implementação nacional do Programa de Rastreio de Saúde da Visão Infantil foi apresentada no dia 16 de março, no Hospital de São Sebastião, do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, em Santa Maria da Feira.

A sessão foi encerrada pelo Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo.

RastreioVisual2_651

O Programa de Rastreio de Saúde da Visão Infantil, desenvolvido na região de saúde do Norte, foi desenvolvido, inicialmente, em modelo piloto, envolvendo quatro agrupamentos de centros de saúde (ACES) e dois centros hospitalares (São João e Porto). Durante o ano de 2017, foi alargado a 12 ACES e seis hospitais.

Desde a implementação do programa até à presente data, já foi proporcionado rastreio a mais de 20 mil crianças, tendo-se verificado uma participação global de 68% (13.562) das crianças elegíveis.

Tendo em conta estes dados, os resultados obtidos e o interesse que a decisão representa para as crianças e seus familiares, o Ministério da Saúde entendeu levar a experiência a todas as regiões de saúde do país, sob a coordenação da Direção-Geral da Saúde.

Na cerimónia, cada Administração Regional de Saúde (ARS) – Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve – tornou público o seu plano de alargamento e de implementação.

 

A ambliopia é um reconhecido problema de saúde pública, sendo considerada a causa mais frequente de perda de visão monocular entre os 20 e os 70 anos de idade. Admite-se que a sua prevalência nos países desenvolvidos varia entre 1 e 5%. A morbilidade associada à ambliopia não se limita à diminuição da acuidade visual, mas inclui também prejuízo de outras capacidades da função visual com consequências definitivas na vida quotidiana.

A ambliopia instala-se desde idades precoces, sendo uma alteração que cursa de forma assintomática, já que as crianças não exibem sinais clínicos nem verbalizam queixas. Uma vez que a ambliopia é quase sempre unilateral, também não se observam alterações comportamentais capazes de fazer suspeitar da sua presença.

Para saber mais, consulte:

Voltar

Últimas Notícias

Diretor da OMS Europa tece elogios pelo trabalho efetuado na vacinação
18/10/2021
HFF organiza Webinar sobre “Outubro Rosa”.
18/10/2021
Nova área já se encontra a funcionar no Hospital de Penafiel.
18/10/2021