sns-container
SNS-Print

Ministro da Saúde analisa situação com responsáveis.

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, reuniu-se este domingo, 5 de novembro, no Hospital São Francisco Xavier, com diversos responsáveis, para analisar o surto de doença dos legionários que afeta doentes daquela unidade, integrada no Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental (CHLO).

Foram diagnosticados, desde o passado dia 31 de outubro, no Hospital de São Francisco Xavier, 26 casos de doença dos legionários, confirmados laboratorialmente, dos quais nove diagnosticados na passada sexta-feira, 3 de novembro. Um outro caso com ligação epidemiológica ao Hospital de São Francisco Xavier foi diagnosticado numa unidade de saúde privada.

MS_Medina_Legio_HSFX_Cor_2

Estiveram presentes, no encontro, a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, a Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Rosa Valente de Matos, o Conselho de Administração do CHLO, presidido por Rita Perez, e técnicos do SUCH – Serviço de Utilização Comum dos Hospitais, a fim de prestar os devidos esclarecimentos.

A descontaminação da rede de águas foi concluída este sábado, 4 de novembro, com choques térmico e químico, para assegurar a interrupção da transmissão da bactéria.

Na sequência da investigação epidemiológica, recolheram-se amostras em vários pontos dos circuitos de água do Hospital de São Francisco Xavier. Estas amostras foram analisadas no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e revelaram a presença de Legionella. Pelo princípio da precaução, foram tomadas as medidas adequadas para interromper a possível fonte de transmissão. A investigação epidemiológica mantém-se na vertente da vigilância da saúde humana e ambiental.

A Direção-Geral da Saúde sublinha que a doença se transmite através da inalação de aerossóis contaminados com a bactéria e não através da ingestão de água. A infeção, apesar de poder ser grave, tem tratamento efetivo.

As entidades envolvidas estão a acompanhar a evolução da situação, cuja informação será atualizada quando necessário. As medidas de segurança adotadas prevêem-se suficientes para interrupção da transmissão e controlo do surto.

Para mais informações, contacte o SNS 24 – 808 24 24 24.

Visite:

Direção-Geral da Saúde – www.dgs.pt

Voltar

Últimas Notícias

Ministra da Saúde marca presença na antestreia, dia 12 de novembro.
12/11/2018
Intervenção na área materno-infantil deve estar concluída em 2019.
12/11/2018
Vacinação é principal forma de prevenção da doença.
12/11/2018