sns-container
SNS-Print

Projeto-piloto vai avaliar 384 agregados no Algarve.

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve celebrou, no dia 25 de julho de 2017, um protocolo de colaboração com a Associação in LOCO, criando desta forma as condições para avançar com o projeto-piloto que visa avaliar e monitorizar o estado de segurança alimentar da população algarvia e implementar um «Observatório da Segurança Alimentar» na região.

Este protocolo, assinado pelo Presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Paulo Morgado, e pelo Presidente da Associação in LOCO, Artur Gregório, tem como objetivo «enquadrar a parceria e a cooperação institucional» entre as duas instituições, visando «a promoção da segurança alimentar na região do Algarve» e a implementação do «projeto-piloto, intitulado (in) Segurança Alimentar» para avaliar o grau de segurança alimentar de uma amostra de 384 agregados familiares no Algarve, escolhidos aleatoriamente em cada município da região.

O projeto é baseado no estudo INFOFAMÍLIA, coordenado pela Direção-Geral da Saúde, que ao longo de quatro anos (2011-2014) recolheu dados com o objetivo de contribuir para o conhecimento da situação de segurança alimentar dos agregados familiares, utentes dos cuidados de saúde primários do Serviço Nacional de Saúde em Portugal Continental.

Para saber mais, consulte:

ARS Algarve > Projeto piloto na área da segurança alimentar

 

 

Voltar

Últimas Notícias

Ministérios da Administração Interna e da Saúde desenvolvem campanha para o uso correto do 112.
16/11/2018
Rutura de stock não se aplica. Vacina continua a ser administrada. 
16/11/2018
Verba destina-se a requalificação do SU em Abrantes.
16/11/2018