sns-container
SNS-Print

ARS Algarve promove rastreio no concelho de Faro.

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve promove, a partir do dia 10 de julho, o rastreio do cancro da mama no concelho de Faro, no âmbito do Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve.

Todas as mulheres dos 50 aos 69 anos inscritas no Centro de Saúde e residentes no concelho de Faro vão receber uma carta do Núcleo de Rastreios Oncológicos da ARS Algarve com a marcação/convite para realizarem gratuitamente uma mamografia digital na unidade móvel que se encontra instalada junto ao Centro de Saúde de Faro, das 09h30 às 13h00 horas e das 14 às 16h30 horas (dias úteis). O rastreio está previsto decorrer até ao dia 10 de outubro.

O rastreio é efetuado na Unidade Móvel de Rastreio do Cancro da Mama a 3D, com tomossíntese e diagnóstico assistido por computador (CAD), sendo o Algarve a primeira região do país a realizar em toda a região o rastreio com esta tecnologia de última geração, o que permite aumentar significativamente a taxa de deteção de cancros da mama, reduzir os falsos positivos e o número de mulheres chamadas à consulta de aferição, reduzir a dose de radiação aplicada em cada exame e reduzir os custos do programa.

De referir que o Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve, efetuado em parceria com a Associação Oncológica do Algarve e o Centro Hospitalar Universitário do Algarve, começou em setembro de 2005 e é realizado através de uma unidade móvel que percorre todos os concelhos do Algarve, encontrando-se neste momento na 6ªvolta, sendo a convocatória, referenciação, gestão e monitorização do programa efetuado pelo Núcleo de Rastreios da ARS Algarve.

Em caso de dúvida, contacte o Núcleo de Rastreio da ARS Algarve através da linha de atendimento: 289 88 99 12 (dias úteis das 10 às 12 horas).

Visite:

ARS do Algarve – http://www.arsalgarve.min-saude.pt/

Voltar

Últimas Notícias

INEM participa no exercício de cibersegurança CIBERPERSEU.
15/11/2018
Especialistas reforçam equipa do Centro de Saúde de Portimão.
15/11/2018
Satisfação dos doentes do IPO Lisboa continua muito elevada.
14/11/2018