sns-container
SNS-Print

Exportação de medicamentos cresce em ritmo acelerado em 2017.

No âmbito da inauguração da nova unidade de produção de penicilinas da Fresenius Kabi, em Tondela, os Secretários de Estado da Saúde e da Indústria, respetivamente, Manuel Delgado e João Vasconcelos, visitaram o Complexo Industrial de Santiago de Besteiros, em Tondela.

João Vasconcelos destacou que «todo o setor de medicamentos cresceu 21% em exportações só entre janeiro e abril», acrescentando que, «em 2016, exportámos mais em saúde do que vinho».

No mesmo sentido, Manuel Delgado referiu que «estamos perante uma fábrica modernizada, com uma capacidade exportadora brutal, que representa praticamente 10% da exportação nacional em medicamentos».

«Esta fábrica representa já um grande investimento, mas tem sobretudo o significado da capacidade de empreendedorismo dos portugueses e do investimento nacional», concluiu.

A unidade inaugurada no dia 5 de julho representa um investimento de 17 milhões de euros e a criação de 80 postos de trabalho.

Esta extensão vai permitir à empresa aumentar a capacidade da produção de penicilinas, respondendo à crescente procura de medicamentos anti-infeciosos.

A Fresenius Kabi é a filial portuguesa da multinacional alemã Fresenius Kabi, especializada em medicamentos vitais e em tecnologias de perfusão, transfusão e nutrição clínica.

Em 2005, a Fresenius Kabi adquiriu 100% da Labesfal, tornando-se uma das maiores unidades de produção de medicamentos do País.

Nos últimos 10 anos, foram investidos no complexo industrial de Tondela cerca de 55 milhões de euros, na construção de duas unidades de raiz e de um complexo logístico farmacêutico.

Para saber mais, consulte:

Portal do Governo – Notícias

Voltar

Últimas Notícias

Ministra da Saúde marca presença na antestreia, dia 12 de novembro.
12/11/2018
Intervenção na área materno-infantil deve estar concluída em 2019.
12/11/2018
Vacinação é principal forma de prevenção da doença.
12/11/2018