sns-container
SNS-Print

Hospital de Évora trata Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda.

A Unidade de Cuidados Intensivos Polivalentes do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) dispõe de uma nova terapia extracorporal para tratamento da Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda, condição clínica caracterizada por lesão pulmonar aguda.

Remoção extracorporal de CO2 de baixo fluxo – ECCO2R – é o nome técnico da terapia, que usa um circuito externo para filtrar o sangue do doente, removendo o dióxido de carbono através de uma membrana, de forma independente do pulmão, protegendo-o e permitindo a recuperação da lesão pulmonar aguda.

A terapia é utilizada no tratamento da Síndrome de Dificuldade Respiratória Aguda, patologia de grande impacto nas unidades de cuidados intensivos, com uma incidência de 17 a 34 casos por cem mil doentes/ano, em que a mortalidade varia entre 35 e 46%.

A Diretora da Unidade de Cuidados Intensivos do HESE, Regina Henriques, explica que «havia uma escassez de recursos, para uma grande quantidade de doentes candidatos ao tratamento. Os doentes do Alentejo tinham de aguardar que uma equipa de um dos três centros de referência se deslocasse a Évora para preparar e transportar o doente para fora da região».

A partir de agora, «a unidade reúne mais condições de avaliação e tratamento do doente crítico no Alentejo, evitando a sua transferência, mantendo toda a qualidade e comodidade da prestação de cuidados a estes doentes», acrescenta.

Para saber mais, consulte:

Administração Regional de Saúde do Alentejo, IP > Notícias

Voltar

Últimas Notícias

Mais de 2.000 médicos já passam receitas por telemóvel.
19/03/2019
Média anual de casos de tuberculose caiu 4,7% entre 2008 e 2017.
19/03/2019
IPO Porto assinala Dia da Esperança com lançamento de campanha.
19/03/2019