Ministro visitou hospitais e inteirou-se dos cuidados aos feridos.

Tendo percorrido os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que estão a dar apoio às vítimas dos incêndios, para se inteirar do acompanhamento a estes doentes, o Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, assegura que a prestação de cuidados «está a funcionar bem».

Estão internados onze feridos, em unidades hospitalares de queimados, na sequência do incêndio que assola Pedrógão Grande. Destes, sete estão no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), dois no Hospital Santa Maria, um no Hospital São José (Lisboa) e um bombeiro no Hospital da Prelada, uma unidade privada no Porto.

Seis dos feridos internados em Coimbra estavam em estado grave, ao final da manhã, quando o Ministro e o Secretário de Estado da Saúde, Adalberto Campos Fernandes e Manuel Delgado, respetivamente, visitaram o CHUC. Cinco permaneciam nos cuidados intensivos, com ventilação.

O CHUC recebeu 45 feridos, dos quais 16 já tiveram alta médica, 12 foram direcionados para o serviço de Cirurgia Plástica e dez estão em observação.

O bombeiro apresenta, de acordo com a Lusa, queimaduras na face e nos membros superiores e inferiores e um «prognóstico reservado».

O Ministro da Saúde aproveitou para enaltecer a generosidade e a capacidade dos profissionais de saúde e da sociedade civil, que considera ser «a riqueza maior deste país». Salientou as várias ordens e associações profissionais ligadas à saúde – enfermeiros, médicos dentistas, psicólogos e assistentes sociais –, que disponibilizaram o trabalho dos seus associados, bem como a generosidade de organizações como a União das Misericórdias Portuguesas.

O último balanço oficial aponta para 61 mortes decorrentes do incêndio que deflagrou ao início da tarde de sábado, 17 de junho, numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande (distrito de Leiria). O fogo já se alastrou a Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos.

Fonte: Lusa

 

Voltar

Últimas Notícias

Relatório revela redução das infeções e consumo de antibióticos.
15/12/2017
Primeira ambulância entregue com novo modelo de financiamento.
15/12/2017
INFARMED já instaurou 30 processos de contraordenação em 2017.
15/12/2017