ARS Norte termina 2016 com mais 1,6% de consultas em medicina geral.

A Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN) realizou, em 2016, 12.761.632 consultas no âmbito dos Cuidados de Saúde Primários, registando um aumento de 1,6% em Medicina Geral e Familiar, em relação a 2015.

Este resultado está relacionado com a reforma dos Cuidados de Saúde Primários que o Ministério da Saúde está a desenvolver, nomeadamente através do aumento do número de Unidades de Saúde Familiar e, dentro destas, da transição de modelo A para modelo B. Em comunicado, a ARSN afirma ainda que este aumento traduz um maior acesso da população ao seu médico de família, que, na região norte, conta com uma cobertura de quase 100%.

Apesar deste resultado positivo, é intenção, quer da tutela, quer da ARSN, que em 2017 se continue numa trajetória positiva, indo, desta forma, ao encontro dos objetivos da reforma dos Cuidados de Saúde Primários. Deste modo, pretende-se proporcionar, por um lado, a integração de cuidados, melhorando assim a performance hospitalar e, por outro, alargando a oferta de serviços, nomeadamente ao nível da saúde oral e alimentar e da psicologia clínica, proporcionando maior acessibilidade e ganhos assistenciais consideráveis.

Para saber mais, consulte:

Administração Regional de Saúde do Norte – http://www.arsnorte.min-saude.pt

Voltar

Últimas Notícias

Relatório revela redução das infeções e consumo de antibióticos.
15/12/2017
Primeira ambulância entregue com novo modelo de financiamento.
15/12/2017
INFARMED já instaurou 30 processos de contraordenação em 2017.
15/12/2017