Nefrologia portuguesa está ao nível das melhores do mundo.

O presidente do Colégio da Especialidade de Nefrologia da Ordem dos Médicos, José Diogo Barata, considera que os cuidados médicos na área da nefrologia são dos melhores a nível mundial e que é preciso manter a qualidade. Estas declarações surgem no âmbito do Dia Mundial do Rim, que se assinala hoje, dia 9 de março.

Segundo José Diogo Barata, os últimos trinta anos levaram a nefrologia portuguesa “a um nível fantástico em termos internacionais, de cobertura, da qualidade de tratamento aos doentes e da doença renal crónica”. O presidente do Colégio da Especialidade de Nefrologia da Ordem dos Médicos disse que é preciso “apostar sempre na boa formação, manter os níveis dos hospitais, com boas condições de trabalho, boas capacidades de manter a nefrologia e a formação nos maiores níveis nacionais e internacionais, como se conseguiu ao longo destes anos”.

De acordo com o especialista, em Portugal a formação em nefrologia é das melhores a nível mundial e, no que concerne aos transplantes, o país encontra-se atualmente entre os dez primeiros, tendo já sido o quarto país do mundo com mais transplantes por milhão de habitantes.

Fonte: Lusa

Voltar