sns-container
SNS-Print

Amamentação: Uma chave para o Desenvolvimento Sustentável.

A Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM) é comemorada, todos os anos, entre os dias 1 e 7 de agosto, em mais de 170 países, com o objetivo de encorajar esta prática e fomentar a saúde dos recém-nascidos de todo o mundo.

A data evoca a Declaração Innocenti, assinada pelos responsáveis da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Unicef, em agosto de 1990, comprometendo-se a proteger, promover e apoiar o aleitamento materno.

Em 2016, o tema da comemoração da SMAM é “Amamentação: Uma chave para o Desenvolvimento Sustentável”, que aborda o aleitamento em relação à sustentabilidade e a “sua importante contribuição para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Todo o material da Semana Mundial de Aleitamento Materno abrange as principais áreas de relação entre a amamentação e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com enfoque nos seguintes temas:

  • Nutrição / segurança alimentar;
  • Saúde, bem-estar e sobrevivência;
  • Meio ambiente e as alterações climáticas;
  • Produtividade, capacitação e proteção social;
  • Parcerias sustentáveis ​​e Estado de Direito.

 

São  objetivos da SMAM 2016:

  • Informar
    • Para informar as pessoas sobre as novas metas de Desenvolvimento Sustentável e como elas se relacionam com a amamentação e a alimentação complementar.
  • Ancorar firmemente
    • Para ancorar firmemente a amamentação como um componente-chave do desenvolvimento sustentável.
  • Galvanizar
    • Dar vida a uma variedade de ações em todos os níveis sobre a amamentação e alimentação complementar saudável.
  • Empenhar
    • Para envolver e colaborar com uma ampla gama de atores, em torno da promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno

 

O aleitamento materno é a melhor forma de fornecer, aos recém-nascidos, os nutrientes de que necessitam. A Unicef recomenda o aleitamento materno exclusivo até aos 6 meses de vida e a sua manutenção, com alimentos complementares, pelo menos, até ao segundo ano de vida.

“Amamentar é reduzir morbidades, mortalidade, desigualdades, violência, danos ambientais. Amamentar é promover a vida e a saúde e melhorar sua qualidade, é intensificar as relações sociais, é um resgate cultural da condição humana, é segurança alimentar e nutricional, é reduzir impactos ambientais, é sustentável.”

Nova agenda 2016-2030

No ano 2000, líderes mundiais e a Organização das Nações Unidas (ONU) definiram metas com o objetivo de promover uma parceria para a redução da pobreza extrema. Oito objetivos tiveram a data de 31 de dezembro de 2015 como prazo final para o seu cumprimento. O último relatório da ONU, a propósito, indica que o esforço de 15 anos “tem produzido o mais bem sucedido movimento de combate à pobreza da história”.

Porém, muitas metas de 2015 ainda precisam de ser cumpridas e de um alcance maior. Assim, em setembro de 2015, uma nova agenda, com metas traçadas para o período 2016-2030, foi acordada com base nos Objetivos do Desenvolvimento do Milénio: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Sob o legado dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, a nova Agenda universal é constituída por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas.

Para saber mais, consulte:

 

Voltar

Últimas Notícias

Idosos acima dos 75 são quem mais recorre às urgências. 
20/11/2019
Profissionais da área da infância e juventude debatem tema.
20/11/2019
Iniciativa ausculta e concretiza ideias dos colaboradores.
20/11/2019