sns-container
SNS-Print

Sob o tema “Um bom sono é um sonho possível”, a data, assinalada a 18 de março, alerta para os distúrbios do sono.

“Um bom sono é um sonho possível ” é o slogan escolhido pela World Sleep Society (Associação Mundial de Medicina do Sono) para assinalar o Dia Mundial do Sono 2016.

A maioria dos distúrbios do sono é evitável ou tratável, mas menos de um terço dos doentes procura ajuda profissional. Os distúrbios do sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e qualidade de vida de cerca de 45% da população mundial.

A falta de um sono de qualidade reduz a concentração, diminui a produtividade académica e profissional e é uma das principais causas de acidentes rodoviários. Pode levar também ao desenvolvimento de problemas de saúde, como a hipertensão, doença cardíaca, diabetes, etc.

A World Sleep Society desenvolveu recomendações específicas, para adultos e crianças, sobre como obter um sono saudável e restaurador, presentes nos 10 Mandamentos do Sono.

Estas simples recomendações incluem ter atenção à alimentação e bebidas, a prática de exercício físico e a delimitação de atividades perto da hora de dormir.

Em Portugal, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), para comemorar o Dia Mundial do Sono, lança uma campanha, a partir de dia 18 de março, com o slogan “Será que andamos todos a dormir?”.

A campanha de sensibilização da SPP foca-se na promoção da higiene do sono, ou seja, na divulgação de um conjunto de bons hábitos que qualquer pessoa deve adotar para melhorar a qualidade do seu sono:

  • Deitar e levantar sempre à mesma hora todas as noites;
  • Evitar o tabaco, álcool e bebidas com cafeína (café, chá preto, coca-cola, entre outros) a partir do final da tarde;
  • Praticar exercício físico regular, preferindo os períodos da manhã ou almoço, evitando a sua prática pelo menos 4 horas antes da hora de dormir;
  • Criar no quarto boas condições para o repouso: temperatura adequada, pouca luz e sem ruído;
  • Evitar ler, ver televisão ou alimentar-se na cama;
  • Fazer refeições ligeiras à noite e não se alimentar próximo da hora de dormir;
  • Evitar sestas em caso de dificuldade em adormecer;
  • Não levar as preocupações diárias para a cama: tentar libertar-se delas antes de ir dormir.

Para mais informações, consulte:

 

Voltar

Últimas Notícias

Diretor da OMS Europa tece elogios pelo trabalho efetuado na vacinação
18/10/2021
HFF organiza Webinar sobre “Outubro Rosa”.
18/10/2021
Nova área já se encontra a funcionar no Hospital de Penafiel.
18/10/2021