Unidade Local de Saúde do Nordeste, EPE


Presta cuidados de saúde primários, diferenciados e continuados.

A sua área de influência corresponde ao distrito de Bragança.

Unidades

Unidade Hospitalar de Bragança

Unidade Hospitalar de Macedo de Cavaleiros

Unidade Hospitalar de Mirandela

Agrupamento de Centros de Saúde Alto Trás-os-Montes I – Nordeste

  • Centro de Saúde Alfândega da Fé
  • Centro de Saúde Bragança I – Sé
  • Centro de Saúde Bragança II – Santa Maria
  • Centro de Saúde Carrazeda de Ansiães
  • Centro de Saúde Freixo de Espada à Cinta
  • Centro de Saúde Macedo de Cavaleiros
  • Centro de Saúde Miranda do Douro
  • Centro de Saúde Mirandela I
  • Centro de Saúde Mirandela II – Sardão
  • Centro de Saúde Mogadouro
  • Centro de Saúde Torre de Moncorvo
  • Centro de Saúde Vila Flôr
  • Centro de Saúde Vimioso
  • Centro de Saúde Vinhais

 

Dirigentes

Presidente do Conselho de Administração – Carlos Alberto Vaz

Vogal Executiva – Aida da Conceição Domingues Palas

Diretora Clínica Cuidados de Saúde Primários – Maria Manuela dos Santos

Diretora Clínica Cuidados Hospitalares – Eugénia Maria Madureira Parreira

Diretor de Enfermagem – Urbano José Castilho Rodrigues

Conselho Fiscal (Mandato 2017-2019)

Presidente – Júlio Paulo da Silva Martins

Vogal – Erika Ferreira Laranjeira

Vogal – Helena Cristina dos Santos Tomé

Vogal Suplente – Fernando Martins da Silva

Revisor Oficial de Contas

Carlos Alberto Vaz
Carlos Alberto Vaz
Presidente do Conselho de Administração
Contactos

Av. Abade de Baçal
5301-852 Bragança

Telefone
273310800

Fax
273310813

E-mail
secretariado.sede@ulsne.min-saude.pt

Website
http://www.ulsne.min-saude.pt


  • Missão

    Prestar assistência integrada de cuidados de saúde primários, hospitalares e continuados à população, designadamente aos beneficiários do Serviço Nacional de Saúde e aos beneficiários dos subsistemas de saúde que com ela contratualizem a prestação de cuidados de saúde, bem como a todos os cidadãos estrangeiros não residentes no âmbito da Legislação1 nacional e internacional em vigor), dando uma resposta capaz às suas necessidades e expectativas, promovendo a utilização racional e eficiente de todos os recursos, numa cultura de humanização dos serviços e de motivação e desenvolvimento dos colaboradores.

    Atribuições

    Prossegue o objetivo estratégico de, no limite da sua diferenciação técnica, satisfazer de forma sustentável as necessidades em saúde da população residente na sua área de influência, enfatizado na promoção da saúde e prevenção da doença, conciliando os legítimos interesses do utente, do estado financiador e do contribuinte.

    Na sua atividade, orienta-se para a prossecução dos seguintes objetivos:

    a)    Adequar e consolidar a oferta de cuidados e de serviços a prestar às características sociodemográficas da região do Nordeste, com enfoque na prevenção e prestação de cuidados compreensivos e especializados em patologias mais frequentes e grupos de risco considerados prioritários;

    b)    Integrar a educação para a saúde no quotidiano da população, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e para a diminuição dos custos associados à doença, quer pessoais, quer societários, quer para o próprio Serviço Nacional de Saúde;

    c)     Garantir a qualidade e melhoria contínua dos serviços prestados às populações, através do desenvolvimento de mecanismos de verdadeira integração e complementaridade assistencial dos diferentes níveis de cuidados, da partilha de informação suportada num processo clínico único, da definição e estandardização das melhores práticas clínicas, e da promoção da efetiva articulação entre a especialidade de medicina geral e familiar e as especialidades hospitalares, obtendo reconhecimento pela compreensibilidade e excelência dos cuidados que presta;

    d)    Otimizar o processo e circuito de referenciação dos doentes, através da eliminação de passos intermédios redundantes, da centralização e partilha de informação relativa ao diagnóstico e terapêutica, da promoção da ligação entre os cuidados primários, hospitalares e continuados que garanta um ágil acesso ao nível de cuidados que mais justamente se adeque às reais necessidades do utente, e do melhoramento da capacidade resolutiva em casos de urgência e emergência;

    e)    Melhorar a qualidade da gestão interna, pela partilha e reforço de conhecimentos entre profissionais qualificados nos diversos níveis de cuidados, pela uniformização de procedimentos em torno de melhores práticas, numa ótica de benchmarking, pela utilização e partilha de sistemas informáticos integrados e através da eliminação de redundâncias desnecessárias, garantindo a sustentabilidade futura da instituição;

    f)     Promover a racionalização e eficiência dos recursos, fomentando a sua afetação ao desenvolvimento de projetos que concretizem uma eficaz integração dos níveis de cuidados, a obtenção de economias de escala e o melhor aproveitamento da capacidade instalada;

    g)    Melhorar a gestão e motivação de colaboradores, desenvolvendo uma política de gestão de recursos humanos baseada no mérito e em metodologias indutoras de competência, motivação, responsabilização e eficiência na prestação de cuidados de saúde;

    h)    Assegurar a implementação e coordenação transversal das atividades de formação e investigação, através de um efetivo diagnóstico global de necessidades formativas e da elaboração de um plano de formação contínua dos colaboradores dos diversos grupos profissionais e níveis de cuidados.

    Legislação

    Decreto-Lei n.º 67/2011 – Diário da República n.º 107/2011, Série I de 2011-06-02 – Extingue o Centro Hospitalar do Nordeste, E. P. E., e o Agrupamento dos Centros de Saúde do Alto Trás-os-Montes I – Nordeste, cria a Unidade Local de Saúde do Nordeste, E. P. E., e aprova os respetivos estatutos

    Decreto-Lei n.º 59/2014 – Diário da República n.º 75/2014, Série I de 2014-04-16 – Procede à transferência de atribuições e competências da Unidade Local de Saúde do  Nordeste, E.P.E., para a Unidade Local de Saúde da Guarda, E.P.E., no que se refere à prestação de cuidados de saúde à população do concelho de Vila Nova de Foz Côa, prestados pelo Centro de Saúde de Vila Nova de Foz Côa

    Decreto-Lei n.º 12/2015 – Diário da República n.º 17/2015, Série I de 2015-01-26 – Procede à sexta alteração ao Decreto-Lei n.º 233/2005, de 29 de dezembro, integrando no seu âmbito as Unidades Locais de Saúde, E.P.E.

    Data de Atualização: 26-08-2016
  • SNS_Organograma_ULSNordeste-page-001
    Data de Atualização: 26-08-2016
  • Caracterização da Entidade Ficha Síntese da Entidade Estatutos Função Acionista e de Tutela Modelo de Governo/Membros dos Órgãos Sociais Princípios de Bom Governo Código de Conduta Ética Regulamento Interno Regulamento de Comunicação Interna de Irregularidades Contrato-Programa Relatório e Contas Planos de Atividades Relatórios de Atividades Plano de Gestão de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas Relatório de Gestão de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas Relatório de Acesso Relatório de Controlo Interno Relatório do Serviço de Auditoria Interna Esforço Financeiro Público Informação Financeira Histórica e Atual Relatório de Gestão Orientações de Gestão Relatório da Qualidade e Segurança Contratos Públicos Sustentabilidade Ambiental
  • 1. Modelo de Certificação/Acreditação

    2. Prémios, Distinções e Iniciativas de Reconhecimento

    3. Avaliação da Satisfação (Interna- Colaboradores, Profissionais / Externa- Utentes, Utilizadores)

    4. Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS)

    Última Avaliação SINAS – Unidade Hospitalar de Bragança

    Histórico da avaliação – Unidade Hospitalar de Bragança

    Última Avaliação SINAS – Unidade Hospitalar de Macedo de Cavaleiros

    Histórico da avaliação – Unidade Hospitalar de Macedo de Cavaleiros

    Última Avaliação SINAS – Unidade Hospitalar de Mirandela

    Histórico da avaliação – Unidade Hospitalar de Mirandela

    5. Relatório de Atividades e Plano de Melhoria da Comissão da Qualidade e Segurança

    Consulte aqui.

    6. Relatório de Auditoria Interna

    7. Elogios, Sugestões e Reclamações

    Unidade Hospitalar de Bragança
    Ano de 2016 – 108 processo(s)

    Tema %
    Acesso a cuidados de saúde 5,38%
    Cuidados de saúde e segurança do doente 20,00%
    Elogio/Louvor 3,08%
    Focalização no utente 30,77%
    Instalações e serviços complementares 3,08%
    Outros Temas 0,77%
    Procedimentos administrativos 7,69%
    Questões Financeiras 0,77%
    Sugestão 0,00%
    Tempos de espera 28,46%

     

    Unidade Hospitalar de Macedo de Cavaleiros
    Ano de 2016 – 28 processo(s)

    Tema %
    Acesso a cuidados de saúde 9,09%
    Cuidados de saúde e segurança do doente 15,15%
    Elogio/Louvor 3,03%
    Focalização no utente 18,18%
    Instalações e serviços complementares 12,12%
    Outros Temas 12,12%
    Procedimentos administrativos 18,18%
    Questões Financeiras 0,00%
    Sugestão 0,00%
    Tempos de espera 12,12%

     

    Unidade Hospitalar de Mirandela
    Ano de 2016 – 69 processo(s)

    Tema %
    Acesso a cuidados de saúde 2,20%
    Cuidados de saúde e segurança do doente 19,78%
    Elogio/Louvor 1,10%
    Focalização no utente 46,15%
    Instalações e serviços complementares 1,10%
    Outros Temas 0,00%
    Procedimentos administrativos 9,89%
    Questões Financeiras 0,00%
    Sugestão 0,00%
    Tempos de espera 19,78%

     

    NOTA: Os resultados apresentados referem-se ao volume de reclamações, elogios e sugestões trazidos ao conhecimento da Entidade Reguladora da Saúde neste intervalo de tempo e à percentagem de ocorrências de cada tema, sem qualquer ponderação adicional.
    Fonte: Entidade Reguladora da Saúde (https://www.ers.pt/pages/90)

    8. Avaliação da Cultura de Segurança do Doente

    Avaliação da Cultura de Segurança do Doente da Instituição Média Nacional da Avaliação da Cultura de Segurança do Doente
    32,4% 18,4%

     

    9. Comissões da Qualidade e Segurança

    Cargo Nome Contacto de email
    Presidente da CQS  Drª Joaquina Baltazar   joaquinabaltazar@ulsne.min-saude.pt
    Gestor local do sistema de Notificação de Incidentes (notific@)  Drª. Ana Olinda dos Santos  anasantos@ulsne.min-saude.pt
    Gestor do Programa Cirurgia Segura Salva Vidas  Dr. Lilia Joana B. Meireles  lilia.meireles@ulsne.min-saude.pt
    Coordenador local Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos  Drª. Isabel Cristina Moura Nunes  cristina.nunes@ulsne.min-saude.pt

     

    10. Processos Assistências Integrados

    11. Indicadores da Qualidade

    Indicador Valor da Instituição Valor Médio Nacional
    Notificação de úlceras por pressão  57  92
    Notificação de quedas  11  143
    Notificação de incidentes cirúrgicos  0  24
    Notificação de incidentes relacionados com medicamentos LASA  0  9
    Notificação de incidentes relacionados com medicamentos de alerta máximo  0  6
    Notificação de casos de indevida identificação de doentes  0  6
    Total de notificações registadas no sistema de Notificação de Incidentes (notific@)  139  44

     

    12. Iniciativas de Informação transparente ao cidadão e aumento da sua capacitação

    13. Investigação Clínica

    Data de Atualização: 12-07-2017
  • Direitos do Utente

    Guia de Acolhimento

    Horários das Visitas

    Unidade Hospitalar de Bragança

    Todos os serviços

    De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 12:00
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 18:00
    Hora de fecho: 20:00

    Unidade Hospitalar de Macedo de Cavaleiros

    Todos os serviços

    De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 12:00
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 18:00
    Hora de fecho: 20:00

    Unidade Hospitalar de Mirandela

    Todos os serviços

    De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 12:00
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 18:00
    Hora de fecho: 20:00

    Regulamento

    Acesso à informação clínica

    Como aceder?

    O utente deve manifestar o seu desejo ao médico, preenchendo o respetivo formulário.

    Gabinete do Cidadão

    Unidade Hospitalar de Bragança

    Horário

    De Segunda a Sexta-Feira
    Hora de abertura: 09:00
    Hora de fecho: 17:30

    Contactos

    Telefone: 273310800
    Email: gabut@ulsne.min-saude.pt

    Unidade Hospitalar de Macedo de Cavaleiros

    Horário

    De Segunda a Sexta-Feira
    Hora de abertura: 09:00
    Hora de fecho: 17:30

    Contactos

    Telefone: 273310800
    Email: gabut@ulsne.min-saude.pt

    Unidade Hospitalar de Mirandela

    Horário

    De Segunda a Sexta-Feira
    Hora de abertura: 09:00
    Hora de fecho: 17:30

    Contactos

    Telefone: 273310800
    Email: gabut@ulsne.min-saude.pt

    Data de Atualização: 26-08-2016
Voltar