Unidade Local de Saúde da Guarda, EPE

logoULSGuarda

Presta cuidados de saúde primários, diferenciados e continuados.

A sua área de influência corresponde aos concelhos de Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Meda, Pinhel, Sabugal, Seia, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.

Unidades

Hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia

Hospital Sousa Martins – Guarda

Agrupamento de Centros de Saúde Guarda:

Centro de Diagnóstico Pneumológico Guarda

Centro de Saúde Almeida

Centro de Saúde Celorico da Beira

Centro de Saúde Figueira de Castelo Rodrigo

Centro de Saúde Fornos de Algodres

Centro de Saúde Gouveia

Centro de Saúde Guarda

Centro de Saúde Manteigas

Centro de Saúde Pinhel

Centro de Saúde Meda

Centro de Saúde Sabugal

Centro de Saúde Seia

Centro de Saúde Trancoso

Centro de Saúde Vila Nova de Foz Côa

Dirigentes

Diretora Clínica – Cuidados Primários: Maria de Fátima Lima

Diretora Clínica – Cuidados Hospitalares: Maria de Fátima Azeredo Cabral

Enfermeira Diretora: Nélia Paula dos Santos Faria

Vogal Executiva: Sandra Rodrigues Gil

Vogal Executivo: José Francisco Gomes Monteiro

Isabel Cruz Antunes
Isabel Cruz Antunes
Presidente do Conselho de Administração
Contactos

Av. Rainha D. Amélia
6301-857 Guarda

Telefone
271200200

Fax
271200305

E-mail
secretariado.ca@ulsguarda.min-saude.pt

Website
http://www.ulsguarda.min-saude.pt


  • Missão

    Prestação de cuidados de saúde à comunidade, numa ótica de melhoria contínua, através da prossecução de padrões de excelência nos cuidados aos utentes, nomeadamente através de:

    Prestação da melhor qualidade de cuidados e serviços à comunidade, na prevenção, diagnóstico e tratamento das patologias humanas;

    Cooperação e participação com os estabelecimentos de ensino superior, a nível regional, nacional e internacional, no apoio e fomento da educação dos profissionais de saúde, bem como, da investigação e pesquisa nas áreas clínicas;

    Atração e manutenção de profissionais motivados e com elevadas competências técnicas;

    Participação ativa na comunidade envolvente, com vista ao incremento dos níveis de saúde e bem-estar, dos atuais e potenciais utentes.

    Atribuições

    Tem como referencial comum o primado do cidadão, a conciliação das estratégias de saúde (regionais e nacionais) e a otimização dos recursos disponíveis.

    Deve prosseguir uma cultura orientadora de cuidados personalizados e de excelência, tendo por objetivos:

    Promover a obtenção de ganhos em saúde, prestando serviços contínuos e efetivos com valor acrescentado;

    Garantir a prestação de cuidados de saúde de excelência a todos os utentes;

    Prevenir a doença e promover a saúde através do maior enfoque na prevenção, no diagnóstico e tratamento precoces e na educação dos doentes;

    Alcançar a plena integração de cuidados nas suas dimensões organizacional, clínica, administrativa, financeira, informática, normativa e sistémica;

    Assumir uma visão holística da prestação de cuidados partilhada e reconhecida por colaboradores, parceiros e utentes;

    Garantir o fácil acesso dos doentes aos cuidados de saúde adequados e em tempo útil;

    Assegurar o ajustamento da oferta de cuidados às necessidades da população;

    Garantir a prestação de cuidados com equidade e igualdade a todos os doentes;

    Assegurar uma prestação de cuidados pautada pelo humanismo, no respeito pelos direitos dos doentes e dos profissionais;

    Garantir aos profissionais formação contínua adequada à melhoria do desempenho assistencial e ao progresso e realização profissionais;

    Potenciar uma cultura interna focada na aquisição de competências transversais e no trabalho de equipa;

    Desenvolver o ensino e a investigação científica qualificados;

    Assegurar as atividades de serviços operativos de saúde pública e os meios necessários ao exercício das competências da autoridade de saúde na área geográfica abrangida;

    Desenvolver atividades de investigação, formação e ensino, sendo a sua participação na formação de profissionais de saúde dependente da respetiva capacidade formativa, podendo ser objeto de contratos-programa em que se definam as respetivas formas de financiamento;

    Prestar serviços a cidadãos estrangeiros não residentes no âmbito da legislação nacional e internacional em vigor.

    Legislação

    Decreto-Lei n.º 183/2008 – Diário da República n.º 171/2008, Série I de 2008-09-04 – Cria a Unidade Local de Saúde do Alto Minho, E. P. E., a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, E. P. E., e a Unidade Local de Saúde da Guarda, E. P. E., e aprova os respetivos estatutos

    Decreto-Lei n.º 12/2009 – Diário da República n.º 7/2009, Série I de 2009-01-12 – Procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 183/2008, de 4 de Setembro, que cria a Unidade Local de Saúde do Alto Minho, E. P. E., a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, E. P. E., e a Unidade Local de Saúde da Guarda, E. P. E., e aprova os respetivos estatutos

    Decreto-Lei n.º 176/2009 – Diário da República n.º 149/2009, Série I de 2009-08-04 – Estabelece o regime da carreira dos médicos nas entidades públicas empresariais e nas parcerias em saúde, bem como os respetivos requisitos de habilitação profissional e percurso de progressão profissional e de diferenciação técnico-científica

    Decreto-Lei n.º 59/2014 – Diário da República n.º 75/2014, Série I de 2014-04-16 – Procede à transferência de atribuições e competências da Unidade Local de Saúde do Nordeste, E.P.E., para a Unidade Local de Saúde da Guarda, E.P.E., no que se refere à prestação de cuidados de saúde à população do concelho de Vila Nova de Foz Côa, prestados pelo Centro de Saúde de Vila Nova de Foz Côa

    Decreto-Lei n.º 12/2015 – Diário da República n.º 17/2015, Série I de 2015-01-26 – Procede à sexta alteração ao Decreto-Lei n.º 233/2005, de 29 de dezembro, integrando no seu âmbito as Unidades Locais de Saúde, E.P.E.

    Data de Atualização: 26-08-2016
  • ULSGuarda_Organograma-page-001 (1)
    Data de Atualização: 26-08-2016
  • Caracterização da Entidade Ficha Síntese da Entidade Estatutos Função Acionista e de Tutela Modelo de Governo/Membros dos Órgãos Sociais Princípios de Bom Governo Código de Conduta Ética Regulamento Interno Regulamento de Comunicação Interna de Irregularidades Contrato-Programa Relatório e Contas Planos de Atividades Relatórios de Atividades Plano de Gestão de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas Relatório de Gestão de Riscos de Corrupção e Infrações Conexas Relatório de Acesso Relatório de Controlo Interno Relatório do Serviço de Auditoria Interna Esforço Financeiro Público Informação Financeira Histórica e Atual Relatório de Gestão Orientações de Gestão Relatório da Qualidade e Segurança Contratos Públicos Sustentabilidade Ambiental
  • 1. Modelo de Certificação/Acreditação

    Departamento/Serviço/Unidade Cumprimento (%) Nível Data de Certificação Validade do Certificado
    Unidade de Cirurgia de Ambulatório 45,28% BOM 01/03/2016 01/03/2021

     

    2. Prémios, Distinções e Iniciativas de Reconhecimento

    3. Avaliação da Satisfação (Interna- Colaboradores, Profissionais / Externa- Utentes, Utilizadores)

    4. Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS)

    Última Avaliação SINAS – Hospital de N.ª Sra. da Assunção

    Histórico da avaliação – Hospital de N.ª Sra. da Assunção

    Última Avaliação SINAS – Hospital Sousa Martins

    Histórico da avaliação – Hospital Sousa Martins

    5. Relatório de Atividades e Plano de Melhoria da Comissão da Qualidade e Segurança

    Consulte aqui.

    6. Relatório de Auditoria Interna

    Consulte aqui.

    7. Elogios, Sugestões e Reclamações

    Hospital Nossa Sra. Assunção – Seia
    Ano de 2016 – 43 processo(s)

    Tema %
    Acesso a cuidados de saúde 5,45%
    Cuidados de saúde e segurança do doente 12,73%
    Elogio/Louvor 49,09%
    Focalização no utente 16,36%
    Instalações e serviços complementares 5,45%
    Outros Temas 0,00%
    Procedimentos administrativos 0,00%
    Questões Financeiras 0,00%
    Sugestão 0,00%
    Tempos de espera 10,91%

     

    Hospital Sousa Martins
    Ano de 2016 – 168 processo(s)

    Tema %
    Acesso a cuidados de saúde 2,90%
    Cuidados de saúde e segurança do doente 18,84%
    Elogio/Louvor 18,84%
    Focalização no utente 23,19%
    Instalações e serviços complementares 4,83%
    Outros Temas 0,48%
    Procedimentos administrativos 10,63%
    Questões Financeiras 2,42%
    Sugestão 0,00%
    Tempos de espera 17,87%

     

    NOTA: Os resultados apresentados referem-se ao volume de reclamações, elogios e sugestões trazidos ao conhecimento da Entidade Reguladora da Saúde neste intervalo de tempo e à percentagem de ocorrências de cada tema, sem qualquer ponderação adicional.
    Fonte: Entidade Reguladora da Saúde (https://www.ers.pt/pages/90)

    8. Avaliação da Cultura de Segurança do Doente

    Avaliação da Cultura de Segurança do Doente da Instituição Média Nacional da Avaliação da Cultura de Segurança do Doente
    31,1% 18,4%

     

    9. Comissões da Qualidade e Segurança

    Cargo Nome Contacto de email
    Presidente da CQS Dr.ª Isabel Coelho  hsmguarda@ulsguarda.min-saude.pt
    Gestor local do sistema de Notificação de Incidentes (notific@)  Enfº. José Augusto Calado Monteiro jcalado@ulsguarda.min-saude.pt
    Gestor do Programa Cirurgia Segura Salva Vidas  Dr. Maximiano Correia Nunes  correia.nunes@ulsguarda.min-saude.pt
    Coordenador local Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e Resistência aos Antimicrobianos  Drª. Alcina Maria Vicente Tavares Barroso Vicente  alcina.vicente@ulsguarda.min-saude.pt

     

    10. Processos Assistências Integrados

    11. Indicadores da Qualidade

    Indicador Valor da Instituição Valor Médio Nacional
    Notificação de úlceras por pressão  0  92
    Notificação de quedas  0  143
    Notificação de incidentes cirúrgicos  0  24
    Notificação de incidentes relacionados com medicamentos LASA  1  9
    Notificação de incidentes relacionados com medicamentos de alerta máximo  0  6
    Notificação de casos de indevida identificação de doentes  0  6
    Total de notificações registadas no sistema de Notificação de Incidentes (notific@)  29  44

     

    12. Iniciativas de Informação transparente ao cidadão e aumento da sua capacitação

    13. Investigação Clínica

    Data de Atualização: 11-01-2018
  • Direitos do Utente

    Guia de Acolhimento

    Guia de Visitas

    Guia de Visitas – Unidade de Cuidados Paliativos

    Horários das Visitas

    Hospital Sousa Martins – Guarda

    Berçário
    Cirurgia Mulheres Gastrenterologia
    Ginecologia
    Medicina A
    Medicina B
    Neonatologia
    Obstetrícia
    Oftalmologia
    Otorrinolaringologia
    Ortopedia Homens
    Ortopedia Mulheres
    Pediatria
    Psiquiatria
    Unidade de Cuidados Intensivos Cardíacos
    Unidade de Oncologia/Dor
    De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 14:30
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 18:00
    Hora de fecho: 19:30
    Cardiologia
    Cirurgia Homens
    De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 14:30
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 18:30
    Hora de fecho: 19:00
    Neurologia De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 14:30
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 16:00
    Hora de fecho: 19:30
    Pneumologia De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 14:30
    Hora de fecho: 16:00
    Hora de abertura: 18:00
    Hora de fecho: 18:30
    Unidade de cuidados Intensivos De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 14:30
    Hora de fecho: 15:00
    Hora de abertura: 18:30
    Hora de fecho: 19:00

    Hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia

    Cirurgia Geral
    Medicina Interna
    De Segunda-­Feira a Domingo
    Hora de abertura: 15:30
    Hora de fecho: 17:00
    Hora de abertura: 20:00
    Hora de fecho: 20:30

    Regulamento

    Acesso à informação clínica

    Como aceder?

    • Pode ser solicitada, pelo utente, diretamente ao médico assistente, aquando da prestação dos cuidados de saúde.
    • Pode ser solicitada, posteriormente, devendo o requerente dirigir-se a qualquer balcão de apoio administrativo, onde lhe será pedido para preencher um impresso (Requisição de Informação/Documentação Clínica).
    • O impresso de Requisição de Informação/Documentação Clínica devidamente preenchido, datado e assinado, acompanhado de cópia do bilhete de identidade/cartão do cidadão poderá ser preenchido e entregue no balcão administrativo do serviço de Urgência e Consulta Externa (balcão central) e/ou remetido por correio (carta registada com aviso de receção), fax ou e-mail (rai@ulsguarda.min-saude.pt).
    • A informação pode ser enviada para o domicílio.
    • O pedido de acesso à informação clínica deve ser legível, suficientemente preciso e preenchido na sua totalidade.

     

    Formulário

    Contactos

    Gabinete de Apoio ao RAI (Responsável de Acesso à Informação) – Dr.ª Ana Moura
    Unidade Local de Saúde da Guarda, EPE
    Av. Rainha D. Amélia
    6300-858 Guarda
    Telefone: 271210840
    Fax: 271223104
    E-mail: rai@ulsguarda.min-saude.pt

    Gabinete do Cidadão

    Hospital Sousa Martins – Guarda

    Horário

    De Segunda a Sexta-Feira
    Hora de abertura: 09:00
    Hora de fecho: 13:00
    Hora de abertura: 14:00
    Hora de fecho: 18:00

    Contactos

    Telefone: 271 200 200
    E-mail: gabut@ulsguarda.min-saude.pt

    Hospital Nossa Senhora da Assunção – Seia

    Horário

    De Segunda a Sexta-Feira
    Hora de abertura: 09:00
    Hora de fecho: 13:00
    Hora de abertura: 14:00
    Hora de fecho: 18:00

    Contactos

    Telefone: 238320753
    E-mail: gabut@ulsguarda.min-saude.pt

    Data de Atualização: 18-04-2017
Voltar