Até final de 2017, consumidores terão apenas opções saudáveis.

Tendo-se determinado a limitação da venda de produtos prejudiciais à saúde, de forma faseada e progressiva, nas máquinas de venda automática, disponíveis nas instituições do SNS, verificava-se, no final do período de transição, que 86% já estavam em conformidade.

A adequação das restantes máquinas de venda automática a uma oferta alimentar adequada, promovendo desta forma escolhas e estilos de vida promotores de saúde, encontra-se em fase concursal. Até ao final de 2017, todas as máquinas de venda automática deverão oferecer escolhas saudáveis, mas também saborosas, aos consumidores.

O Programa para a Saúde do XXI Governo Constitucional defende que a política de promoção da alimentação saudável é fundamental para a obtenção de ganhos em saúde. Neste âmbito, foi implementado um conjunto de medidas para a adoção de hábitos alimentares saudáveis.

Voltar