Poderemos vir a ter consultas de prescrição de exercício.

A Direção-Geral da Saúde dedicou o 38.º aniversário do SNS à promoção da atividade física nos sistemas de saúde, através da organização de um simpósio europeu, com o mote «Exercise is Medicine» (atividade física é medicina).

No futuro, os agrupamentos de centros de saúde poderão vir a acolher consultas especializadas de prescrição de exercício físico, tal como existem para a cessação tabágica ou para a diabetes, vaticina Pedro Teixeira, diretor do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física, criado pelo atual Governo.

A ideia é possibilitar a prescrição e o acompanhamento individualizados e não um aconselhamento breve para a atividade física, algo que pode e deve ser feito pelo médico de família e outros profissionais de saúde, tendo em atenção, particularmente, os casos de diabetes, problemas cardíacos e doença oncológica.

Atendendo à importância da atividade física na saúde e no bem-estar, a Associação Nacional de Farmácias está a preparar um novo serviço, com fisiologistas do exercício, para a prescrição de exercício físico individualizada.

Voltar