Fernando Sollari Allegro foi presidente do Centro Hospitalar do Porto (CHP) até 30 de setembro de 2016, altura em que se reformou por motivos de doença. Faleceu aos 69 anos, no final da tarde de 8 de novembro.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, já manifestou profundo pesar, considerando a morte de Sollari Allegro “uma perda inestimável” e sublinhando que: “Do ponto de vista humano, trata-se de um homem com grandes qualidades pessoais, com uma dedicação ao serviço público que é exemplar, que transformou verdadeiramente o Centro Hospitalar do Porto”.

Quando cessou funções, o CHP, que com ele ganhou o estatuto de Centro Hospitalar Universitário, prestou-lhe homenagem através do descerramento do seu busto.

Responsável por vários projetos e reformas no modelo de organização nos cuidados hospitalares, Sollari Allegro era respeitado e estimado por todos com quem trabalhou. “Fica a boa recordação de um grande médico, de um excelente gestor, de um empreendedor e de um reformista”, salientou o ministro, acrescentando que: “Estamos por isso muito tristes, mas ao mesmo tempo muito gratos por aquilo que ele fez pelo país”.

Percurso académico e profissional

Fernando José Montenegro Sollari Allegro nasceu a 27 de Janeiro de 1947, em Moçambique, na cidade de Lourenço Marques.

Fez os estudos liceais e universitários no Porto, mas foi no Rio de Janeiro que completou o curso de Medicina, na Faculdade de Medicina de Teresópolis.

Iniciou a prática da Medicina no Brasil e, no final de 1977, volta a Portugal. Em 1981, faz a opção de Gastrenterologia e, em 1986, faz o exame ao Colégio de Especialidade.

O ano de 1991 marca a entrada para o quadro do Hospital de Santo António. Seguem-se as aprovações para Assistente Graduado e para Chefe de Serviço.

Entre 1996 e 2000, foi responsável pelo Centro de Endoscopia Digestiva e, em 1999, concorre e é eleito para Diretor Clínico.

Foi nomeado presidente do Conselho de Administração do “Santo António” a 18 de agosto de 2002, sendo reconduzido no cargo, em dezembro de 2005.

Em outubro de 2007 foi nomeado presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Porto– criado por fusão do Hospital Geral de Santo António, com o Hospital Central Especializado de Crianças Maria Pia e a Maternidade Júlio Dinis, cargo de que foi exonerado, a seu pedido, em junho de 2009.

Voltou a ser nomeado presidente do Conselho de Administração do CHP em novembro de 2011, cargo que manteve até setembro de 2016.

Voltar

Últimas Notícias

O Programa do XXI Governo Constitucional estabelece como prioridade promover a saúde através de uma nova ambição para a Saúde...
09/10/2017
A MySNS Carteira – A Carteira eletrónica da Saúde já ultrapassou os 20.000 downloads. Centrada nos interesses do utente do...
13/11/2017
O Portal SNS ultrapassou os 10 milhões de visualizações de páginas. A área dedicada ao Cidadão alcança o maior número...
27/10/2017