Inaugura-se, hoje, dia 6 de outubro, o CESP – Centro de Emergências em Saúde Pública, um projeto inovador do Ministério da Saúde.

A cerimónia de inauguração decorre nas instalações da Direção-Geral da Saúde (DGS), em Lisboa, onde funciona o CESP, e conta com a presença do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

Proteger a saúde das populações, antecipando riscos e promovendo uma vigilância, em tempo real, e uma resposta atempada são os objetivos centrais do novo Centro, que estará atento a todas as doenças, principalmente doenças infeciosas e sinais de epidemia, dentro e fora de Portugal.

O CESP permite agregar toda a informação, através da recolha e monitorização de indicadores de diferentes fontes: notícias, plataformas de alertas internacionais, da Organização Mundial da Saúde (OMS), dados a nível europeu, ou indicadores de doenças notificadas por médicos, em tempo real.

Posteriormente, estes indicadores são verificados e analisados, “promovendo uma gestão de risco e uma resposta atempada e coordenada”, como sublinha Cristina Santos, Coordenadora do CESP, acrescentando que: “Hoje promovemos determinadas evoluções tecnológicas funcionais que nos permitem estar mais preparados.”

Sendo uma iniciativa do atual Governo, o Centro resulta de uma parceria entre duas entidades do Ministério da Saúde: DGS e SPMS, EPE.

Representantes da OMS e do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças também marcam presença na inauguração.

Para saber mais, sobre o programa da inauguração do CESP, consulte aqui.

 

 

Voltar