A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima produz uma campanha de sensibilização para o fenómeno da violência doméstica contra os homens.

A campanha foi desenvolvida criativamente por alunas/os do curso de Publicidade e Marketing da Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa para a APAV.

Esta nova campanha sublinha como a vergonha é uma componente frequente num homem vítima de violência doméstica.

E esta premissa serve de mote à campanha. Com base na imagem de uma ressonância magnética do cérebro humano, a campanha pretende de uma forma metafórica dar uma imagem à vergonha, que é uma emoção comum nas vítimas masculinas de violência doméstica.

E tal como uma lesão do cérebro que só é visível com um exame complementar de diagnóstico, como a ressonância magnética, porque não se vê no exterior, também a violência doméstica permanece, muitas vezes, invisível às pessoas que contactam com a vítima.

Apesar de a prevalência do crime de violência doméstica sobre as mulheres ser muito superior, os homens também são vítimas deste crime. Entre 2013 e 2015, a APAV registou um total de 1.240 homens adultos vítimas de violência doméstica, tendo-se verificado um aumento de 14,4% entre 2013 e 2015.

Para saber mais, consulte aqui.

Voltar